Aqui você pode realizar buscas no catálogo on-line, bem como fazer download de parte do nosso acervo. Além disso, disponibilizamos informações sobre a biblioteca, tais como histórico, serviços oferecidos, links relacionados, etc.

ID: 101895
Nº de chamada: 629.783-S691
Complemento 1: v. 49
ISBN: 9786588162026
Tipo de material: livro
Título: Solução multianual das estações da Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo dos Sistemas GNSS no período de 2000 a 2019 / IBGE, Coordenação de Geodésia
Local: Rio de Janeiro
Editor: IBGE
Ano: 2021
Descrição física: 117 p. : il. color.
Notas:
Disponível somente em meio digital.
Inclui glossário.
Indicação de conteúdo: A Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo - RBMC é formada por um conjunto de estações geodésicas com receptores GNSS (Global Navigation Satellite Systems) de alto desempenho que proporcionam, uma vez por dia ou em tempo real, observações para a determinação de coordenadas de alta precisão. Para tal, a estrutura da Rede, fruto de iniciativa do IBGE, conta com o apoio de instituições governamentais, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE, bem como de instituições de ensino das esferas estadual e federal, cujas parcerias disponibilizam alguma infraestrutura para a operação de tais estações. Desde a adoção oficial do referencial geodésico Sirgas2000 no Brasil, em 2005, a RBMC ocupou a posição de principal rede de referência, sendo a estrutura geodésica mais precisa do País e, por isso, utilizada em diversas atividades que demandam o posicionamento de precisão, dentre as quais se destacam obras de infraestrutura, como hidroelétricas e pontes, estudos climáticos nacionais e globais, georreferenciamento de imóveis rurais e urbanos, geração e transmissão de energia, agricultura de precisão,  controle de frotas viária, aérea e marítima, entre outras aplicações de amplo benefício para a sociedade. Este relatório metodológico, vastamente ilustrado, apresenta uma avaliação da posição das estações da RBMC ao longo do tempo, levando-se em consideração a dinâmica da crosta terrestre, as movimentações locais, os efeitos ocasionados por terremotos, bem como os deslocamentos ocorridos em função de trocas de equipamentos e de eventos não identificados, e descreve, a seguir, os procedimentos da combinação de soluções semanais homogêneas oriundas do reprocessamento dos dados GNSS da Rede Sirgas-CON num período de 20 anos, realizado pelo Deutsches Geodätisches Forschungsinstitut der Technische Universität München - DGFI-TUM (German Geodetic Research Institute da Technical University of Munich), considerando-se um único referencial, o IGS14. Como resultado, uma solução multianual representada por um conjunto de coordenadas referidas à época 01.01.2010, um conjunto de velocidades, e as séries temporais referentes a cada estação foram calculados, em consonância com padrões e orientações adotados internacionalmente, e são avaliados, por fim. No portal do IBGE na Internet podem ser obtidas, além das coordenadas de alta precisão de interesse, informações sobre as estações integrantes da Rede e os equipamentos GNSS utilizados, entre outros dados relacionados.


Assuntos:
Brasil; Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo dos Sistemas GNSS; Redes (Geodésia); Satélites artificiais em navegação; Sistema de posicionamento global; Sistema Global de Navegação por Satélite

Entidade Secundária: IBGE. Coordenação de Geodésia
Série Secundária: Coleção Ibgeana; Relatórios metodológicos (IBGE), ISSN 0101-2843

Download(s):

liv101895.pdf

© 2022 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística