Aqui você pode realizar buscas no catálogo on-line, bem como fazer download de parte do nosso acervo. Além disso, disponibilizamos informações sobre a biblioteca, tais como histórico, serviços oferecidos, links relacionados, etc.

ID: 101862
Nº de chamada: 35.071.55(81)-D618
Complemento 1: 2. ed.
ISBN: 9786587201832
Tipo de material: livro
Título: Divisão urbano-regional do Brasil / IBGE, Coordenação de Geografia
Local: Rio de Janeiro
Editor: IBGE
Ano: 2021
Descrição física: 137 p. : il. color.
Notas:
Disponível somente em meio digital.
Inclui glossário.
Título da 1. ed.: Divisão urbano regional.
Indicação de conteúdo:Os modelos de divisão regional elaborados pelo IBGE representam diferentes concepções na abordagem e na identificação de seus elementos estruturais. Assim, cada quadro regional expressa as múltiplas possibilidades de leitura da organização espacial do território brasileiro e constitui uma das representações possíveis. A Divisão Urbano-Regional do Brasil, elaborada, pela primeira vez, em 2013, espelha um desses modelos de regionalização e privilegia, em sua construção, a estrutura urbana como elemento de organização do espaço, tendo como foco a identificação de regiões onde as Cidades se articulam de modo coeso em três escalas de Regiões de Articulação Urbana: Regiões Ampliadas, Regiões Intermediárias e Regiões Imediatas. Com esta publicação, o IBGE divulga a segunda edição desse modelo de divisão regional, o qual deriva de um processo de regionalização resultante da pesquisa Regiões de Influência das Cidades - Regic 2018, divulgada em 2020, e incorpora os Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil, cuja identificação e delimitação foram trazidas a público pelo Instituto em 2016. Esse processo de regionalização é construído a partir da definição de critérios que distinguem as Regiões de Articulação Urbana, utilizando-se como referenciais a rede urbana brasileira, a hierarquia de seus centros e suas áreas de influência, além de informações adicionais sobre as gestões pública e privada do País e o consumo de bens e serviços. Na presente edição, foram definidos ainda, pela primeira vez, no interior das Regiões Imediatas, Subnúcleos que compartilham funções de apoio aos Núcleos das Regiões Imediatas e atuam de maneira a complementar as esferas de planejamento, de gestão pública e de fornecimento de bens e serviços difundidas dos principais polos urbanos do País, o que possibilita uma compreensão mais acurada dos espaços na escala Imediata. A publicação discorre sobre a atual configuração da Divisão Urbano-Regional do Brasil, em que se destacam, em variadas ilustrações, as principais transformações ocorridas ao longo do período, com realce para as permanências e modificações registradas nas Regiões de Articulação Urbana em relação a 2013. O volume inclui notas técnicas com considerações metodológicas sobre os critérios classificatórios adotados nesse modelo de regionalização e as principais alterações observadas face ao anterior, bem como um glossário com os termos e conceitos considerados relevantes para a compreensão desses resultados. A presente Divisão Urbano-Regional do Brasil oferece uma visão contemporânea do País, centrada em uma de suas múltiplas facetas: a diversidade dos processos de interação espacial que impulsionam os fluxos materiais e imateriais entre as Cidades e configuram, no território, as Regiões de Articulação Urbana.


Assuntos:
Brasil; Divisões territoriais e administrativas

Entidade Secundária: IBGE. Coordenação de Geografia
Título Secundário: Divisão urbano regional
Série Secundária: Coleção Ibgeana

Download(s):

liv101862.pdf

© 2022 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística