Aqui você pode realizar buscas no catálogo on-line, bem como fazer download de parte do nosso acervo. Além disso, disponibilizamos informações sobre a biblioteca, tais como histórico, serviços oferecidos, links relacionados, etc.

ID: 101777
Nº de chamada: 331.024-053.6(81)-T758
Complemento 1: 2016-2019
Complemento 2: F
ISBN: 9786587201405
Tipo de material: folheto
Título: Trabalho infantil de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade 2016-2019 / IBGE, Coordenação de Trabalho e Rendimento
Local: Rio de Janeiro
Editor: IBGE
Ano: 2020
Descrição física: 8 p. : il. color
Notas: Disponível somente em meio digital.
Outro título: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua.
Indicação de conteúdo: Além de informações conjunturais sobre as tendências e flutuações da força de trabalho brasileira, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD Contínua investiga, trimestralmente, outros indicadores sobre os demais temas suplementares da pesquisa. Para tal, os domicílios selecionados são visitados por cinco trimestres consecutivos, uma vez a cada trimestre, cabendo destacar que para o tema contemplado neste informativo foram acumulados os dados correspondentes à quinta visita ao domicílio. Na presente investigação, foram consideradas as crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade, com resultados que abarcam o conjunto do País. Embora, historicamente, o trabalho de crianças e adolescentes receba a atenção do IBGE, sendo objeto constante de levantamentos do Instituto, a exemplo das investigações suplementares da PNAD ao longo de sua existência, esta publicação constitui o primeiro ensaio com foco principal na adoção da Resolução IV da 20a Conferência Internacional de Estatísticos do Trabalho - CIET, que, promovida pela Organização Internacional do Trabalho - OIT (International Labour Organization - ILO) em 2018, trouxe novas disposições sobre estatísticas relacionadas ao trabalho infantil. A publicação traz comentários analíticos organizados em cinco abordagens. A primeira focaliza as proporções das pessoas desse contingente populacional que realizavam atividade econômica ou de autoconsumo. O segundo tópico de análise traça um perfil daquelas em situação de trabalho infantil, segundo características, como sexo, idade, cor ou raça, condição de estudante, horas trabalhadas, posição na ocupação, tipo de atividade econômica realizada e informalidade. O terceiro, centrado no recorte das crianças e adolescentes que desenvolviam trabalho infantil perigoso, apresenta indicadores por condição de estudante, jornada de trabalho, atividade agrícola e não agrícola e atividade de autoconsumo. O quarto tópico analisa o rendimento das crianças e adolescentes que realizavam atividade econômica em situação de trabalho infantil, por idade, condição de estudante, jornada de trabalho, e atividade da Lista TIP (Lista das Piores Formas de Trabalho Infantil), com indicação daquelas residentes em domicílios com rendimentos provenientes do Programa Bolsa Família ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS). O quinto tópico de análise, por fim, mostra as proporções das pessoas de 5 a 17 anos de idade que realizavam afazeres domésticos e/ou cuidados de pessoas, por condição de realização de atividades econômicas. Os comentários são ilustrados graficamente e evidenciam os principais aspectos observados em cada uma dessas abordagens. As estatísticas ora divulgadas, cumpre destacar, são experimentais, isto é, estão sob avaliação porque ainda não atingiram um grau completo de maturidade em termos de harmonização, cobertura ou metodologia. As notas técnicas sobre a PNAD Contínua são divulgadas em separado e podem ser acessadas apenas em meio digital, nesta página. Elas fornecem um amplo panorama metodológico da pesquisa, com informações sobre seus objetivos, âmbito, referenciais teóricos utilizados, conceitos e definições adotados, planejamento amostral, entre outros aspectos, e são atualizadas periodicamente por meio da inclusão de conceituações relacionadas à introdução de novos módulos temáticos.
Por decisão editorial, a publicação é divulgada em duas partes. A primeira parte corresponde a um informativo contendo comentários analíticos ilustrados com tabelas e infográficos que destacam os principais resultados do estudo/pesquisa, e é disponibilizada tanto em meio impresso como em meio digital. A segunda parte, constituída por Notas técnicas, entre outros elementos textuais, apresenta considerações de natureza metodológica sobre o estudo/pesquisa, sendo veiculada apenas em meio digital (formato pdf).


Assuntos:
Brasil; Crianças; Estatística; Jovens; Levantamentos domiciliares; Menores; Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua; PNAD Contínua; Trabalho infantil

Entidade Secundária: IBGE. Coordenação de Trabalho e Rendimento
Título Secundário: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua : rabalho de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade 2016-2019; PNAD contínua : rabalho de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade 2016-2019
Série Secundária: Coleção Ibgeana; Investigações Experimentais. Estatísticas Experimentais


© 2021 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística