Aqui você pode realizar buscas no catálogo on-line, bem como fazer download de parte do nosso acervo. Além disso, disponibilizamos informações sobre a biblioteca, tais como histórico, serviços oferecidos, links relacionados, etc.

ID: 101312
Nº de chamada: 334.722.1-E79e
Complemento 1: 2015
Complemento 2: n. 30
ISBN: 24010131200
Tipo de material: livro
Título: Estatísticas de empreendedorismo : 2015
Local: Rio de Janeiro
Editor: IBGE, Diretoria de Pesquisas
Ano: 2017
Descrição física: 95 p. : il.
Notas: Inclui bibliografia e glossário.
Indicação de conteúdo: Com o lançamento desta publicação, o IBGE traz a público seu mais recente estudo sobre o tema empreendedorismo, realizado, como nas edições pregressas, com a colaboração técnica do Instituto Empreender Endeavor Brasil. As estatísticas são provenientes do Cadastro Central de Empresas - Cempre e das pesquisas econômicas anuais nas áreas de Indústria, Construção, Comércio e Serviços, também do IBGE, e contemplam informações sobre o segmento empresarial formalmente constituído da economia brasileira.
A publicação traz considerações sobre os procedimentos metodológicos adotados na elaboração do estudo, os aprimoramentos introduzidos, os referenciais teóricos e conceituais, cujas definições são integradas às recomendações da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico - OCDE (Organisation for Economic Cooperation and Development - OECD), além de notas sobre as bases de dados utilizadas. A análise dos resultados tem como objeto central as empresas de alto crescimento – aquelas com crescimento médio do pessoal ocupado assalariado de pelo menos 20% ao ano por um período de três anos consecutivos e com 10 ou mais pessoas ocupadas assalariadas no ano inicial de observação – e discorre sobre a performance destas no triênio de 2013 a 2015. Os comentários contextualizam o cenário econômico internacional e seus reflexos na economia brasileira no período considerado, traçam um panorama geral das empresas ativas no Brasil e detalham, em particular, aquelas de alto crescimento, com informações sobre número, porte, idade média, setores de atividade econômica, postos de trabalho assalariado, sexo e nível de escolaridade do pessoal ocupado, salários e outras remunerações, valor adicionado bruto, produtividade do trabalho, entre outras características. Seus resultados são pautados na Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE 2.0.
Para além do recorte tradicional das abordagens anteriores, o estudo ora apresentado focaliza, em especial, as empresas resilientes em 2015, cujo universo é formado pelas empresas de alto crescimento de 2014 que continuaram crescendo 20% ou mais no ano seguinte. Traçar esse perfil, cabe destacar, permite conhecer quais segmentos empresariais continuaram crescendo e gerando novos postos de trabalho em um cenário desfavorável ao desempenho econômico no Brasil.
Ao final da publicação, um glossário com os termos e conceitos considerados relevantes contribui para a compreensão dos resultados.
O conjunto dessas informações, também disponibilizado no portal do IBGE na Internet, concorre para o debate sobre a dimensão e a importância do empreendedorismo no País, assunto que tem relevância cada vez mais acentuada na economia, tanto em nível nacional quanto global.
Publicações complementares:
Demografia das empresas 2015
Estatísticas do cadastro central de empresas 2015
Informações complementares da pesquisa e tabelas de resultados acesse:
https://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/empreendedorismo/2015/default.shtm


Assuntos:
Brasil; Empreendedorismo; Estatística; Pequenas e médias empresas

Entidade Secundária: IBGE. Diretoria de Pesquisas
Série Secundária: Coleção Ibgeana; Estudos e pesquisas. Informação econômica, ISSN 1679-480X

Download(s):

liv101312.pdf

© 2018 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística