Aqui você pode realizar buscas no catálogo on-line, bem como fazer download de parte do nosso acervo. Além disso, disponibilizamos informações sobre a biblioteca, tais como histórico, serviços oferecidos, links relacionados, etc.

ID: 34885
Código de Localidade: 2111300
Município: São Luís
Tipo de material: fotografia
Título: Praça Benedito Leite : [Estátua de Benedito Leite] : São Luís, MA
Local: [S. l.]
Editor: [s. n.]
Ano: [19--]
Descrição física: 1 fot. : p&b
Série: Acervo dos municípios brasileiros
Notas: Praça Benedito Leite, é um largo localizado ao lado da Igreja da Sé (Catedral Metropolitana), entre as ruas de Nazaré e da Sé, em frente ao Palácio do Comércio.
O logradouro já foi chamado de Jardim Público 13 de Maio, Largo do João Velho e Praça da Assembleia, e recebeu o atual nome em homenagem ao governador do estado e poeta maranhense que incumbiu o engenheiro Anísio Palhano de Jesus de elaborar um projeto paisagístico para o largo.
Em 1804, a mando do governo português, as moradias seriam retiradas para a construção do primeiro jardim botânico da cidade, mas a obra foi suspensa logo no início devido à necessidade de reforços nas fortificações da Província por temer ataques da França, que se encontrava em guerra com Portugal.
Em 1820, o governador da Província, Bernardo Pinto da Silveira, transformou o velho largo em um jardim. Durante o governo de Benedito Leite, em 1906, o engenheiro Anísio Palhano de Jesus desenvolveu um projeto de paisagismo, no qual constava a plantação de figueiras de Benjamin, compondo 12 espaços destinados ao Panteon Maranhense.
Com o atual nome, a praça foi inaugurada no dia 6 de março de 1911, data do aniversário de falecimento de Benedito Leite. Uma estátua em sua memória - executada em Paris pelo escultor francês François Emile Decarchemont - foi inaugurada em 1912.
Na mas recente intervenção, em 2006, o piso de cimento foi substituído por um de alta resistência. A calçada do entorno, que é de pedra portuguesa, e os bancos foram reformados. Também neste ano, deu-se a reforma do antigo coreto, transformado em loja desde as primeiras décadas do século XX, além de conclusão da nova iluminação.
Dispnível em: https://passeiourbano.com/2012/08/14/praca-bendito-leite/. Acesso em: abr. 2016.
Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/291. Acesso em: abr. 2016.
Benedito Pereira Leite nasceu em Rosário, Maranhão, no dia 4 de outubro de 1857, filho de Antônio Pereira Leite e de Ana Rita de Sousa Leite. Cursou o secundário no Colégio Imaculada Conceição, em São Luís, e bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Recife em 1882.
Ingressou na política filiando-se ao Partido Conservador do Império e foi signatário da primeira Constituição republicana do Maranhão, promulgada em 1891.
Eleito deputado federal em março de 1892, Benedito Leite assumiu sua cadeira na Câmara dos Deputados no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, em maio seguinte. Exercendo sua liderança política no Maranhão, conseguiu costurar e consolidar a união dos partidos Católico, Constitucional e Nacional, surgindo daí o Partido Federalista, criado com o objetivo de tornar-se o guardião do federalismo, numa alusão crítica ao Partido Republicano, acusado pelos federalistas de tentar impor o centralismo.
Fundou o jornal O Nacional e foi editor do Jornal Federalista.
Reeleito deputado federal em 1894, Benedito Leite permaneceu na Câmara dos Deputados até 1896, quando foi eleito senador na vaga aberta com a morte de Francisco Manuel da Cunha Júnior. Assumindo sua cadeira no Senado Federal, passou a integrar a Comissão de Finanças e foi relator do orçamento do Ministério da Guerra. Reeleito, exerceu o mandato até 1906, quando foi eleito presidente do Maranhão, na sucessão de Manuel Lopes da
Cunha. Empossado em 1º de março desse ano, permaneceu à frente do governo maranhense até 25 de agosto de 1908, quando se licenciou e viajou para a França para tratamento de saúde. Foi substituído pelo segundo vice-presidente Artur Quadros Colares Moreira. Casou-se com Angélica Gonçalves Pires Ferreira.
Faleceu em Hyeres, na França, no dia 6 de março de 1909.
Disponível emm: http://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/LEITE,%20Benedito.pdf. Acesso em: abr. 2016.


Assuntos:
Estátuas; Leite, Benedito Pereira, 1857-1909; Maranhão; Monumentos; Praças; São Luís (MA)

Título Secundárias: Jardim 13 de Maio; Jardim Público 13 de Maio; Largo do João Velho; Praça da Assembleia


© 2019 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística