Aqui você pode realizar buscas no catálogo on-line, bem como fazer download de parte do nosso acervo. Além disso, disponibilizamos informações sobre a biblioteca, tais como histórico, serviços oferecidos, links relacionados, etc.

ID: 5378
Código municipal: 3123908
Município: Entre Rios de Minas
Estado: Minas Gerais - MG
Gentílico: entrerrianos

Histórico: O município de Entre Rios de Minas tem suas origens no século XVIII com a chegada dos portugueses Pedro Domingues e Bartolomeu Machado à região, em 1713. Bartolomeu Machado construíu sua casa no lugar onde se encontra hoje a Fazenda do Engenho. Anos depois, ergueu uma capela em homenagem à Nossa Senhora das Brotas, em torno da qual surgiu o povoado do Bromado, que posteriormente teve seu nome alterado para Brumado do Suaçuí.
Rio Acima, Brumado do Campo, Brumado do Suaçuí, hoje Entre Rios de Minas, tem os primórdios de sua história no alvorecer do século XVII.
A região foi desbravada por bandeirantes. Ainda hoje, nas proximidades do povoado de São José das Mercês, existem ruínas construções atribuídas a estes aventureiros.
Os primeiros moradores nos sítios onde se acha a cidade de Entre Rios de Minas foram os portuguesess Bartolomeu Machado Neto e Pedro Domingos, que encatados com a exuberância das terras cobertas de boas pastagens, próprias à agricultura e à pecuária, construíram suas residências à margem direita do rio Brumado.
Tempos depois, mandaram erigir uma capela nas proximidades, capela esta mais tarde demolida para, em seu lugar, surgir a atual matri da cidade.
O progresso da comunidade e sua localização foram motivados pela existência da capela edificada por Bartolomeu e Pedro Domingos, e a estrada que fazia a ligação entre Queluz (hoje Conselheiro Lafaiete), Ouro Preto, São João Del Rei e Sabará.
Sendo o município de terras férteis e apresentando grande reserva de manganês, vem progredindo dia a dia, para orgulho dos entrerrienses.
O nome do município vem de 2 rios que o banham: rios Brumado e Camapuã. Nascem no município de Lagoa Dourada, na Serra das Vertentes, correm paralelos banhando as terras que formam o município e se encontram no vizinho município de Jeceaba.
Conforme dístico do brazão municipal "Duco in Altum", conduzir o barco para o alto, Entre Rios de Minas tem nesse dístico o seu ideal, qual seja o progresso sempre crescente.

GENTÍLICO: Entrerriense.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA:

O distrito foi criado por Decreto de 14 de julho de 1832, e o município, pela Lei provincial nº 2109, datada de 7 de janeiro de 1875, com sede na povoação de Brumado de Suaçuí, que lhe deu esse nome, e território desmembrado do município de Queluz, hoje Conselheiro Lafaiete.
Em face da Lei provincial nº 2455, de 19 de outubro de 1878, o município tomou a denominação de Entre Rios, ocorrendo sua instalação a 28 do mesmo mês e ano.
A sede municipal, por força da Lei provincial nº 2579, de 3 de janeiro de 1880, recebeu foros de cidade.
Refere-se, ainda, à criação do distrito, a Lei estadual nº 2, datada de 14 de setembro de 1891.
Na "Divisão Administrativa do Brasil, em 1911", figura Entre Rios composto de 7 distritos: o da sede, e os de São Brás do Suaçuí, Rio do Peixe, Desterro de Entre Rios, Serra do Camapuã, São Sebastião do Gil e Lagoinha.
Por força do Decreto-lei estadual nº 148, de 17/09/1938, o municpipio e o distrito de Entre Rios tiveram o topônimo mudado para João Ribeiro, tendo o referido município perdido o distrito de Rio do Peixe, anexado ao município de Passa Tempo. Criado o distrito de Camapuã com parte do terrtório desligado do de Lagoinha, do mesmo município, por força do supracitado Decreto-lei nº 148, que fixou a divisão territorial em vigor no quinquênio 1939-1943, passou João Ribeiro a constituir-se do distrito sede e dos de Camapuã, Desterro de Entre Rios, Lagoinha, São Brás do Suaçuí, São Sebastião do Gil e Serra do Camapuã.
Na divisão territorial judiciário-administrativa do Estado, estabelecida pelo Decreto-lei estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943, vigente no quinquênio 1944-1948, João Ribeiro figura integrado pelos distritos de João Ribeiro, Bituri (ex Lagoinha), Desterro de Entre Rios, Jeceaba (ex Camapuã), São Brás do Suaçuí, São Sebastião do Gil e Serra do Camapuã.
Em face da Lei estadual nº 1039, de 12/12/1953, que aprovou a nova divisão para vigorar no quinquênio 1954-1958, João Ribeiro teve seu topônimo mudado para Entre Rios de Minas. De acordo com a mesma Lei, perdeu o município os distritos de Desterro de Entre Rios, Bituri, Jeceaba, São Sebastião do Gil e São Brás do Suaçuí.
Atualmente o município é constituido de 2 distritos: o da sede e o de Serra de Camapuã.

Fonte do histórico: IBGE - Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, V. XXV.

Download(s):

entreriosdeminas.pdf

© 2018 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística